Irmãozinho: como contar sua vinda

ago 12, 2014 por

Irmãozinho: como contar sua vinda

A chegada de mais um membro na família pode reservar algumas surpresas para todos os membros, principalmente se o irmão mais velho não estiver acostumado a dividir a atenção. Por isso, a chegada de irmãozinho requer cuidados e atenções para que todos se sintam a vontade e felicitem a chegada do novo membro. Todos precisam estar na expectativa da chegada do bebê, não apenas os pais. Pensando nesse pequeno problema, resolvemos ajudar a você a preparar o filho para a chegada do irmãozinho, fazendo desse momento único e esperando e não um momento de dúvidas, ciúmes e brigas. A criança precisa ter uma ocupação. Se ele já se socializa com outras crianças a chance dele querer a chegada do irmão é mais fácil. Por isso, não deixe de, antes de pensar em engravidar, matricular o seu filho em uma escola. Será uma forma de ele poder começar a dividir com os amigos seus sentimentos, de começar a vida em sociedade e não apenas em família. Para os primogênitos mais novos é preciso ensiná-lo usar o banheiro e tirar a mamadeira, antes do nascimento do seu irmãozinho para que ele não sinta que está tendo que dividir tudo.  Aproveite também para diminuir o tempo que passa com ele. Ele precisa aprender a ficar um pouco mais sozinho, seja com babá ou com algum membro da família. Procure envolver o pai na rotina da criança, como banho, alimentação e na hora de dormir. Assim ele não vai sentir tanto quando você for passar alguns dias no hospital para o nascimento do bebê.

irmãozinho

FONTE: http://guiadobebe.uol.com.br/media/34ad50a078034005bf59c303a94e106e/09/mamae-com-bebe-no-colo-observando-o-irmao-mais-velho-fazendo-cara-de-manha-foto-thinkstock-000000000000502C.jpg

Hora de criar rotinas em clima de família. Valorize e reserve momento como café da manhã e almoço, em família, fora de casa, principalmente em domingos e finais de tarde de sábado. São momento que não é só importante apenas para dar atenção ao irmão mais velho, mas também para poder relaxar da rotina de dedicação com o novo bebê. Converse muito com seu filho primogênito. Ele vai entender. Acredite nisso! Seu corpo vai mudar e sua condição física não será a mesma. Explique tudo que está acontecendo para que ele tenha entendimento de suas novas limitações. Ele vai entender e vai começar a ajudar. Mesmo nos momentos que precisar repousar procure fazer isso vendo um filme com ele ou conversando. Faça-o participar desse momento. Deixe-o ansioso para a chegada do irmãozinho. Mesmo no útero, faça apresentação do seu filho ao novo irmão. Mostre ilustrações, o deixe perceber os momentos da gestação, divida a ultrassom, deixe-o tocar e tentar sentir o seu o bebê. Seu filho não pode ser um figurante. Ele precisa participar da nova história que está sendo construída. Se ele tiver idade, leve-o para ir ao pré-natal, acompanhar ultrassom e continue sempre contando como foi à preparação para a chegada dele. Afinal, você passou por tudo para que ele viesse ao mundo. Estimule a participação dele para ajudar nos preparativos, como escolha das roupinhas, móveis e brinquedos. Se ele apresentar bom gosto, confie nas escolhas dele. Ele vai se sentir valorizado. Os presentes que chegar antes do bebê nascer deixe-o abrir e fale sobre a responsabilidade dele nesse momento de preparação para a chegada.

irmãozinho

• FONTE: http://www.blogdodino.com.br/wp-content/uploads/2012/10/13164f02feef04d3d5aff68f0ed253eb26d3800c_carousel-header.jpg

Na medida do possível, deixe-o em contato com outros bebês. Reviver a história de quando ele recém-nascido também ajuda.  Se tiver amigas com filhos não deixe de levá-lo para conhecer. Quanto mais contato ele tiver com crianças de idade abaixo da dele será melhor. Prepare-o para a vida com um bebê, para que conheça a rotina de dormir, comer, chorar e dormir, mas que ao crescer será uma ótima companhia para brincar. Nem pense em dizer: “Nós vamos continuar gostando de você”. Ele não pode sentir que pode haver alguma divisão. Tem que ser tudo muito natural. Lembre-se que de intenções boas o inferno está cheio. Ele precisa sentir e não ouvir. Ele não tem que sentir que está entrando em uma competição e sim que está aguardando a chegada de uma pessoa tão especial quanto ele. Deixe-o participar da escolha do nome do bebê. É um momento que deve ser feito em família. Mas não o deixe frustrado se não escolher o nome que ele deseja. É um processo de aprendizagem para ele, esse momento de contribuição. Quando o dia do parto se aproximar, procure fazer com ele entenda que vai ficar dias no hospital e que não está indo para esse local por doença. Ensine, na medida do possível, que estará indo buscar, mas que volta em alguns dias. Faça ficar ansioso para a chegada do irmãozinho e não triste por ficarem dois ou três dias fora. Conseguindo isso, ele mesmo irá ajudar a arrumar a mala. Na volta para casa, estimule o pai a fazer uma festinha de recepção onde o filho primogênito possa organizar tudo. Assim a expectativas dele vai aumentar e deixará o momento mais divertido.

irmãozinho

• FONTE: http://www.omo.com.br/wp-content/uploads/shutterstock_84602836.jpg

 

Se você gostou deste artigo, deixe seu comentário aqui embaixo e cadastre seu e-mail na barra lateral da página principal do blog e receba nossas dicas.

Posts relacionados

Compartilhe Isto

Deixe um comentário